Maria Gasolina se dando mal

Postado por: Aires - 02/mar/2015

 

Toma, Maria Gasolina!

Mulher não gosta de homem sensível, diz estudo

Postado por: Aires - 02/mar/2015

homem sensível

 

Pesquisadores do Centro Interdisciplinar Herzliya, de Israel, e das Universidades de Rochester e de Illinois em Urbana-Champaign, nos EUA, divulgaram recentemente os resultados de três estudos colaborativos a respeito da relação entre a receptividade das pessoas a uma investida do sexo oposto e a forma como esta pessoa era vista.
 

Os pesquisadores partiram da premissa de que “as pessoas buscam um parceiro sensível às suas necessidades”, de acordo com o Science Daily. “O desejo sexual prospera quando a intimidade é crescente, e ser sensível é uma das melhores maneiras de incutir essa sensação indescritível em longo prazo”, explica o pesquisador-chefe Gurit Birnbaum.
 

Entretanto, a premissa não condiz com a realidade. “Nossos resultados mostram que ela não necessariamente é verdadeira em um encontro inicial, porque um potencial parceiro sensível pode transmitir significados opostos para pessoas diferentes.” As respostas que eles encontraram em relação à receptividade da sensibilidade do outro reforçam ideias como “mulher prefere homem canalha” e “homem gosta mesmo é de mulher submissa”.
 

Os pesquisadores observaram se homens ou mulheres perceberam uma pessoa do sexo oposto como sensível e a resposta a isso em termos de atração sexual. Os resultados mostram que homens enxergavam as mulheres mais preocupadas em relação às necessidades do parceiro como mais femininas e mais atraentes.
 

Já em relação aos homens “mais sensíveis”, a percepção é outra: os caras bonzinhos foram percebidos como manipuladores (por exemplo, sendo legais para obter sexo) ou desesperados para agradar a parceira e, por isso, menos atraentes. Em alguns casos, a mulher enxerga este tipo de homem até mesmo como vulnerável e menos dominante.

 

Fonte: Info. Abril

Enquanto isso, na Tailândia…

Postado por: Aires - 02/mar/2015

tsunami-tailandia-casamento-gay

 

 

Depois não reclama se aparecer um Tsunami devastando o país inteiro… HAHAHA

Instrumento musical de macho

Postado por: Aires - 02/mar/2015

 
Porque aqui nóis toca é com a pá!

E se do nada uma estranha sentasse no seu colo?

Postado por: Aires - 27/fev/2015

 
O gordinho não acreditou que isso aconteceu com ele UHAHUSHUASUAHSASUH

Greve dos caminhoneiros

Postado por: Aires - 27/fev/2015

cerveja
 
Tem que deixar passar o caminhão da cerveja!!

Como burlar os radares do Detran

Postado por: Aires - 26/fev/2015

 
“Eles deram esse furo, a gente aproveita…“

Mulher pede pensão a ex milionário e juiz sugere: ‘Arrume um emprego’

Postado por: Aires - 26/fev/2015

10653344_836215186410979_1882258867496826246_n

 

LONDRES – A ex-mulher de um milionário foi orientada por um juiz a conseguir um emprego. Tracey Wright, de 51 anos, que atualmente mora em uma casa avaliada ao equivalente a R$ 2 milhões em Newmarket, no Reino Unido, recebeu a notícia de que não tem mais direito a viver do dinheiro de seu ex-marido.
 

A instrutora de equitação e mãe de dois filhos optou por não procurar trabalho remunerado quando se separou do cirurgião equino Ian Wright, há sete anos, após 11 anos de casamento.
 

Pais divorciados com crianças com mais de 7 anos devem, pelo menos, tentar encontrar um emprego em tempo parcial, disse o juiz Pitchford, na Corte de Apelação. A filha mais nova, que vive com Tracey, tem 10 anos, e a mais velha estuda num colégio interno.
 

Em 2008, a casa de campo do casal, de sete quartos e 16 hectares, foi vendida por mais de R$ 5 milhões e os lucros foram divididos.
 

O ex-marido de Tracey, de 59 anos, administra um hospital de cavalos em Newmarket que já realizou cirurgias em antigos vencedores de competições importantes. Ele e a ex-mulher se separaram em 2006, antes de se divorciar.
 

Tracey continua mantendo estábulos para seu cavalo e pôneis de sua filha e recebe R$ 333 mil para as despesas anuais com o colégio da filha do ex-marido.
 

Os pagamentos feitos por Wright a Tracey, que alega estar preocupada em não ser capaz de arcar com as despesas, vão reduzir ao longo de cinco anos até serem interrompidos.

 

Mantendo uma decisão anterior do juiz Lynn Roberts no ano passado, Pitchford disse que Tracey “apenas deve ir em frente” e encontrar um trabalho como “um grande número de outras mulheres com as crianças”.
 

Ele acrescentou que nunca houve um entendimento ou orientação de que o ex-marido deveria fornecer a ela uma renda para toda a vida, e negou provimento ao seu recurso contestando um corte nos pagamentos.
 

Fone: O Globo

O maior fdp do mundo! kkkkkkkkkkkk

Postado por: Aires - 25/fev/2015

 
Acho que os amigos desse taxista até hoje tão zuando ele! HUSUHASUHAUHA

Tente não se emocionar, conheça toda a história do Opala

Postado por: Aires - 25/fev/2015

 
Sim, é realmente Emocionante!

© 2013 Todos os Direitos Reservados.